Como criar um manual da cultura organizacional que seus colaboradores se interessem

Tempo de leitura: 3 minutos

Entenda um pouco sobre o que é um manual da cultura corganizacional e veja alguns exemplos.

Normalmente durante o processo de onboarding de novos colaboradores valores culturais da empresa são passados à pessoa, com o intuito que sejam mantidos os ideais da organização, e o funcionário se adapte mais rápido ao novo ambiente.

Uma questão crucial é como essas informações são transmitidas, pois elas não podem ser perdidas e a compreensão do colaborador é de extrema importância.

Por isso muitas empresas têm criado o manual da cultura organizacional, trata-se de um documento capaz de transmitir todo o contexto de valores e práticas culturais da organização de maneira clara, interessante e objetiva.

Pensando nisso separamos aqui algumas dicas para a criação desse manual e alguns exemplos de guias criados por empresas famosas:

Crie um conteúdo de fácil leitura

Já está explícito que todas as pessoas que compõe a empresa devem ter claro como ela funciona a nível cultural, organizacional e conhecer todos os seus valores.

Por isso é muito importante que o manual da cultura organizacional seja claro, de fácil leitura e compreensão.

Vale considerar uma apresentação de slides com frases curtas e imagens que representem o que é a cultura da empresa. Esse formato faz com que a informação seja transmitida e o colaborador  tenha menos resistência quanto a tamanho e formato do conteúdo.

Chame atenção aos pontos importantes

Com certeza todo o registro cultural da empresa é muito importante, e nenhuma parte deve ser negligenciada.

Porém alguns pontos devem ser tocados com maior ênfase. Políticas de assédio, e fatores que impactam completamente o dia a dia, como cultura de feedbacks e relacionamento com o time.

Deixe o manual da cultura organizacional sempre acessível aos colaboradores

Um documento como a cultura organizacional deve estar sempre acessível aos funcionários da empresa, por isso é importante disponibilizá-lo de diversas maneiras.

Deixe sempre uma cópia física nas dependências da empresa, pode ser na biblioteca ou recepção. Outro ponto é disponibilizá-lo em uma pasta no drive, ou quadro de onboarding no Trello, assim uma cópia digital estará sempre ao alcance do colaborador.

Exemplos de manual de cultura organizacional

Bom, chega de teoria e vamos observar alguns exemplos de guias de cultura organizacional que cumprem com maestria a sua função:

Netflix

O culture code de uma das principais empresas do mercado de tecnologia é no formato de apresentação e você pode conferí-lo a seguir:

Rockcontent

A Rockcontent, startup brasileira focada em marketing de conteúdo também adota o modelo de slides, porém com uma apresentação menor que a da Netflix, mas trazendo com clareza e objetividade o culture code:

Valve

A produtora de jogos Valve já aposta em um manual mais completo e específico em formato de e-book, o interessante é que ele aposta em ilustrações para passar a mensagem para o colaborador. Segue o exemplo:

IDEO

A empresa de design norte-americana IDEO mostra como a criatividade pode engajar o colaborador na leitura do guia. Segue um trecho que demonstra isso:

“Para uma organização centrada no ser humano, é claro que faz sentido que nosso núcleo interno, o magma no centro da nossa terra, são nossas pessoas. Simplificando, a IDEO é sobre nosso talento: encontrar, apoiar, cuidar, desenvolver e estimular os talentos, bem como inspirar, apoiar e capacitar uma vez que estiverem dentro da empresa. Esse é você ou, com sorte, será você, se estiver lendo isso – é oficial: Você é literalmente o centro do nosso universo. “

A partir desses exemplos tenho certeza que você será capaz de criar um manual da cultura organizacional de maneira eficaz e que mais tenha fit com sua empresa. Curta nossa página no Facebook e receba mais conteúdos como esse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *