Quanto ganha um desenvolvedor: descubra sobre valores e mercado

Tempo de leitura: 6 minutos

Se preocupar com quanto ganha um desenvolvedor é essencial para conseguir os melhores profissionais para a sua empresa. A área de tecnologia está em alta e vai em sentido oposto à flutuação do mercado. Mesmo em tempo de crise, essa área continua crescendo. Quando empresas buscam por inovação, automação, soluções mais rápidas e eficientes acabam buscando por profissionais de tecnologia. Contratar desenvolvedores passa a ser visto muito mais como parte estratégica do negócio do que um gasto.

Hoje existem 4 vagas de TI para cada candidato. Os melhores profissionais são disputados, já que eles não são suficientes para todas as demandas. Por isso, é essencial que a descrição da sua vaga seja clara e competitiva. Ela deve ser atrativa para os desenvolvedores.

É normal se sentir um pouco perdido no momento de definir o salário. Tem muito profissional por aí que exagera na pretensão e fica difícil ter um parâmetro. Mas nós da Vulpi estamos aqui para te auxiliar desde a definição da vaga até a contratação. Vamos esclarecer sobre quanto ganha um desenvolvedor e quais são causas e impactos no mercado.

Porque pensar no salário

Segundo pesquisa realizada pela Vulpi, o que mais incomoda os devs nos processos seletivos é o salário incompatível com o mercado e não receber feedback. E o que mais importa é plano de carreira, tecnologia usada e salário oferecido.

banner sobre a pesquisa

Os processos seletivos hoje em dia devem ser candidate-driven, ou seja, focados na experiência do candidato. A comunidade de desenvolvedores é muito próxima e se comunica bastante. Se um processo for considerado desalinhado ou que não valorize os profissionais, isso pode refletir no alcance de futuras vagas. Assim, muitas empresas passaram a medir o NHS – Net Hiring Score, para contabilizar a satisfação dos candidatos.

Ao encontrar uma vaga com salário muito desalinhado, esse anúncio nem receberá atenção. Por isso, ao determinar quanto ganha um desenvolvedor, é complicado determinar um salário mínimo. É definida uma média salarial com o que é considerado aceitável para aquelas condições, o que pode variar caso a caso.

Definindo o salário

Para definir quanto ganha um desenvolvedor alguns pontos precisam ser estudados. Essa definição precisa ser baseada em dados, que sustentem uma justificativa plausível que vai corroborar a decisão.

Aqui na Vulpi nós usamos o termo findability para determinar o grau de dificuldade para encontrar o novo dev. Ele é definido a partir de alguns pontos que ditam o grau de complexidade para preencher a vaga. Esses pontos são: o conhecimento técnico exigido, nível de experiência desejado, a oferta salarial, local de trabalho e qual é o nível de urgência na contratação.

 

Esses dados reunidos podem definir o sucesso da contratação. Assim, a oferta salarial sozinha interfere no alcance e no interesse do candidato, tendo grande influência no resultado final. Quanto ganha um desenvolvedor pode ser estabelecido a partir de quatro questões principais: cargo do profissional, senioridade, local de trabalho e regime de contratação.

Essas informações serão estabelecidas de acordo com a demanda da empresa, situação atual e o que ela está disposta a oferecer.

Quanto ganha um desenvolvedor

Com os pontos anteriores bem definidos, já é possível avaliar criticamente como eles irão se comportar em relação ao mercado. Quando o cargo do profissional é novidade, ou não é muito comum, ou exige uma capacitação muito específica, ele irá esperar um salário mais elevado. O mesmo vale para a senioridade. O dev que já está há algum tempo no mercado e acumulou experiências espera ganhar melhor.

O local de trabalho também afeta diretamente, já que uma cidade não tão legal de morar, assim como uma que tenha alto custo de vida, pode atrair menos candidatos, e precisa ter compensação financeira.

Pessoa e vista

O regime de contratação sendo CLT ou PJ interfere, já que de uma vaga sem carteira assinada espera-se um salário maior. Muitos devs não se importam em trabalhar como PJ exatamente porque tem um retorno financeiro.

A Vulpi criou uma calculadora de salários para ilustrar e auxiliar nessas decisões. Você pode consultar sempre que quiser ter sugestões de salários de forma rápida e considerando todos os pontos citados.

Analisando os valores indicados na calculadora da Vulpi em relação ao cargo, podemos perceber que profissionais Back End ganham mais que Front End, e um Full Stack ganha mais que os dois. E desenvolvedores Mobile tem o salário variando baseado na cidade, podendo ficar entre o Back e Front.

Fica claro também que a cidade com maior faixa salarial oferecida é São Paulo; o que é coerente já que o custo de vida lá é bem alto e existe uma alta concentração de empresas que concorrem pelo profissional. Em seguida, considerando uma análise geral, está o Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

Onde buscar por referências

Além de se atentar para as condições que influenciam diretamente, também é legal buscar por referência do que as pessoas estão exercendo na prática, quando o assunto é salário.

Além de usar a nossa calculadora, também podem ser consultadas algumas plataformas que apresentam os salários praticados no mercado. Algumas delas são Love Mondays e Catho.

Conclusão

Contratar na área de TI pode ser desafiador, e um dos primeiros passos é definir quanto ganha um desenvolvedor. E para isso é importante ter em mente que esse é um mercado invertido, onde quem define o preço dele é o próprio dev.

Embora possamos dar uma média salarial com o que é esperado, os valores podem variar bastante. As expectativas da pessoa desenvolvedora podem fugir dos padrões. Cabe também ao recrutador saber defender seu ponto de vista e sua vaga como algo extraordinário.

Além disso, talvez valha a pena oferecer um salário mais atrativo para garantir um profissional específico que seja diferenciado, como um desenvolvedor unicórnio. Por isso, é sempre importante avaliar as situações caso a caso, tendo em mente os pontos relevantes para essa decisão.

Ebook dev unicórnio

Em todos os casos, ter um recrutamento e seleção especializado em TI pode ser de grande ajuda. Se precisar de ajuda com o diagnóstico da sua vaga ou sempre que precisar contratar desenvolvedores, conte com a Vulpi 🙂

Precisa de ajuda para contratar dev?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *